Na rua, em São Paulo, lá atrás.
– Você é aquela moça que apresenta o Jornal da Cultura ?
– Sou eu.
– Puxa! Muito prazer! Assisto você todos os dias!
– Ah, que ótimo!
– Posso te dizer uma coisa? Você é muito bonita e simpática, mas não daria para falar um pouco mais devagar que às vezes a gente não entende e perde a notícia?