No restaurante com a Manuela há alguns anos.
– Mãe, eu gostaria tanto de ter um filho! Se eu ficasse grávida, você cuidaria dele? 
– Você tem 17 anos. Prefiro não pensar no assunto.
– Cuidaria?
– Não.
– Como não? Você e´a avo´dele! Como eu vou estudar, então?
– Você teria que dar um jeito, não sei. Eu trabalho, tenho outras coisas para fazer. 
– Você deveria parar tudo para olhar seu neto!
– Não, minha filha. Nem eu nem você estamos na idade disso. Se você tem essa expectativa, reveja o plano porque não vai rolar. 
– Nunca pensei que você seria omissa assim! Como você acha que eu iria sustentar esse bebê?
– Filha, fale baixo. Você não poderia ter um filho agora…
– Você e´tão egoísta! Prefere gastar todo o seu dinheiro comprando bolsas e sapatos do que as fraldas do meu filho!
– Aí, que vergonha. Pare de gritar, tá todo mundo olhando.Gente, ela nem tem namorado, juro!